Páginas

sábado, 17 de novembro de 2012

(Ins)pirar





Expirar é uma arte. Preciso aprender a expirar. Soltar o ar, aliviar a alma. Botar pra fora tudo aquilo que me tira o ar, o brilho. Soltar a respiração, relaxar.

Acho que o contrário de expirar é pirar. Porque prendendo todo aquele ar a gente enlouquece. Engole tudo de ruim. E não solta.

Não dá pra viver em suspensão. Esperando dias melhores que sabe-se-lá se virão. Não dá pra viver com o grito preso na garganta. Com a respiração suspensa. Com a lágrima ainda no olho. É preciso respirar corretamente. Expirar e inspirar. Expirar e inspirar. Principalmente inspirar. Inspirar os outros. Todos a nossa volta. Inspirar amores, corações, olhares. Inspirar quem vive expirando.

Até porque encontrar alguém que nos inspire é de arrancar suspiros.